“Cowboy Logic”, cantada por Michael Martin Murphey, com sua melodia alegre e letra cheia de significado, é uma das minhas canções prediletas há muito tempo. Ela tem a ver com o Rotary, pois fala de honestidade e trabalho. Contudo, só passei a compreender de verdade como ela se aplica à nossa organização depois que li Cowboy Ethics, de Jim Owen.

Jim sabia que o “código do Oeste” era bastante positivo no desenvolvimento dos valores éticos entre os cowboys americanos. Ele o descreveu em dez princípios básicos, os quais se alinham perfeitamente à nossa Prova Quádrupla.

Três destes princípios se aplicam particularmente ao Pólio Plus. Nos 30 anos que seguiram o lançamento do programa, permanecemos comprometidos com a erradicação da paralisia infantil, embora esta empreitada esteja levando muito mais tempo e dinheiro do que esperávamos. Contudo, temos perseverado e estamos agora prestes a eliminar esta doença. Ao longo do caminho, seguimos três princípios do código do Oeste: “fazer o que deve ser feito”, “manter a promessa” e “terminar o que começamos”.

Outros dois princípios têm uma importância especial para a Fundação Rotária: “sentir orgulho do seu trabalho” e “permanecer fiel ao que você acredita”.

Por meio do apoio aos programas da Fundação, desde as primeiras Bolsas Educacionais, em 1948, até as mais recentes iniciativas, como os Centros Rotary pela Paz e o Plano Visão de Futuro, os rotarianos têm feito deste um mundo melhor.

E pelo fato de terem “permanecido fiéis ao que acreditam”, trabalhando com afinco e doando generosamente, nossos programas têm êxito e aumentam o orgulho que sentimos por nossa organização.

Portanto, em vez de pedir a você, rotariano, que seja leal à Fundação, eu gostaria de agradecê-lo por todo o apoio e lealdade!

Mensagem do Chair 2015-16 do Conselho de Curadores da Fundação Rotária, Ray Klinginsmith

Assista o clipe dessa música e inspire-se: Essa é a lógica, Cowboy!

Participe! deixe aqui seu comentário!

participações