A reunião do Rotary Club Bragança Paulista Estância do dia 08 de Março de 2016 contou com um Momento Rotário super especial.
Afinal, nosso companheiro Rodney Guazzelli empreendeu esforços especiais e trouxe dois textos para reflexão no Dia Internacional da Mulher.
No primeiro, dividiu a história de nosso fundador, Paul Harris, ao lado de sua esposa:

Paul conheceu a escocesa Jean Thomson, filha de John e Ann Younson Thonson, durante uma excursão ao que futuramente se tornaria o Prairie Club.
“Em um lindo sábado de março de 1910, juntei-me a meus companheiros do Prairie Club em um passeio de trem por Elgin e Aurora. Eu era solteiro e estava aberto a um relacionamento mais sério… Foi quando ela apareceu… A alegre e adorável Jean.”
Eles se casaram em 2 de julho de 1910, em Chicago, e em 1912 compraram uma casa no subúrbio de Morgan Park. O casal deu o nome de Comely Bank à sua casa em homenagem à rua em que Jean morou quando criança em Edimburgo. Lá eles recebiam amigos do mundo todo e várias vezes r4ealizaram reuniões do Rotary Club de Chicago. Sempre que possível as reuniões eram feitas no jardim, que começou a ser chamado de Jardim da Amizade.
O casal não teve filhos e Jean acompanhava o marido em suas viagens a Rotary Clubs em vários países, Após a morte de Paul, Jean continuou morando em Comely Bank. Depois de algum tempo, no entanto, ela vendeu a casa e voltou a Edimburgo em 1955. Lá faleceu em 1963.
A “Paul and Jean Harris Home Foundation” comprou a Comely Bank e tem planos para restaurá-la.

Em seguida, o companheiro Rodney reproduziu mensagem do Diretor do RI 2015-17, José Ubiracy Silva, convocando todos os companheiros para a campanha #BenditasMulheres:

Aproxima-se o Dia Internacional da Mulher, 8 de Março, razão por que me dirijo, de modo especial, à mulher rotariana, que com brilho e bravura venceu preconceitos, inclusive o de integrar os clubes de Rotary.
Ela é exatamente a mulher que se firmou no mercado de trabalho, na política, nas artes, em tudo enfim, especialmente na dedicação à causa rotária.
Estudos demonstram que as mulheres são mais dedicadas, têm mais intuição e habilidade para resolver problemas do que os homens.
Foi com graça e com garra, que elas se tornaram competitivas, disputaram e conquistaram espações que antes pertenciam exclusivamente ao homem, tornando o conceito da fragilidade feminina coisa do passado. Impuseram-se, tornaram-se competitivas, conquistaram seu espaço na sociedade.
Em razão disso, sugiro aos clubes que se integrem a esta campanha, batizada Benditas Mulheres, e aproveitem o mês de março para redobrar esforços no intuito de conquistar pelo menos mais uma mulher para compor o quadro associativo dos seus clubes dos oito países que compõem minha área de atuação. Com certeza, o movimento rotário terá um grande ganho, não só em quantidade de associados, mas, sobretudo, em qualidade.

A noite se encerrou com outras mensagens e homenagens e com a distribuição de flores às rotarianas e esposas de rotarianos de nosso clube.

Participe! deixe aqui seu comentário!

participações